A questão inicial a ser discutida é quem realizará essa tarefa. Muitas paróquias atualmente já possuem uma Pastoral da Comunicação, grupo que cuida das redes sociais, fotografia e possíveis transmissões ao vivo que já aconteciam antes mesmo da pandemia. Por isso, é importante verificar se a sua igreja é uma delas. Se ela for, é necessário entrar em contato com algum membro da PASCOM e conversar sobre essa ideia, caso você queira ajudar nessa tarefa é uma boa hora para se inserir na pastoral e aprender mais sobre essa forma de evangelização virtual.

“Verifiquei e minha paróquia não possui uma PASCOM”. Não se preocupe! Ela pode estar começando exatamente nesse momento, através da sua vontade de expandir os meios de comunicação paroquiais. Entre em contato com o seu pároco o mais rápido possível e apresente essa proposta para ele. Também convide pessoas para te ajudar, quanto mais ajuda mais rápida e melhor será a organização para que as missas sejam transmitidas o quanto antes.

“Já sou PASCOM, mas não sei como transmitir as missas ao vivo”. Pode ficar despreocupado! Separamos algumas dicas para que você consiga transmitir celebrações eucarísticas com qualidade, de forma prática e para que você consiga atingir o maior número de pessoas possíveis, confira a seguir.

 

O que é necessário para transmitir uma missa ao vivo?

Algumas paróquias que já possuíam o costume de transmitir suas celebrações, podem possuir equipamento profissionais como: câmeras de alta qualidade de imagem, equipamentos de áudio e edição. No entanto, é possível fazer uma transmissão de qualidade sem muito investimento.

O que é fundamental e não pode faltar, é um tripé para que a filmagem seja estável e sem oscilações de imagem, um celular ou câmera que possua acesso à internet e uma conta oficial da paróquia em uma rede social como o Facebook. Se possível utilizar o microfone para que a voz do pároco não fique muito baixa.

O Facebook é a rede social mais recomendada para essa transmissão pois ele possibilita a realização de campanhas atrativas para avisar quando ocorrerão as transmissões das missas e conseguir atingir um número maior de pessoas. Assim, elaborar posts atrativos e avisar a paróquia toda com antecedência é uma boa forma de conseguir mais visualizações e compartilhamentos.

 

Passo a passo de como fazer uma transmissão ao vivo no facebook

Utilizando seu smartfone, acesse a página oficial da paróquia (é preciso que você seja um dos editores ou administradores de conteúdo), em seguida clique na opção “criar publicação”:

 Escolha a opção “transmissão ao vivo”:

 

Nomeie sua publicação na descrição para que as pessoas saibam do que se trata e em seguida clique no botão “Iniciar vídeo ao vivo” e pronto, a missa será transmitida:

Cuidados a serem tomados durante a transmissão da missa

  • Cuidado com a internet: sempre se certifique que a velocidade da internet esteja boa e sem oscilações. Caso contrário, a qualidade da filmagem pode ficar ruim ou até mesmo não será possível realizar a transmissão.
  • Cumpra os horários anunciados: Evite atrasos ou antecipações, ser pontual é fundamental para que você cative o público e demonstre compromisso.
  • Não faça movimentos bruscos: se for necessário movimentar a câmera durante a missa, faça com movimentos leves e uniformes. Tome sempre cuidado para que a imagem não trema ou desconcentre quem está assistindo.
  • Fique atento aos comentários: durante a filmagem a rede social permite que os espectadores comentem a respeito do que estão assistindo. Ficar atento a isso é importante para se certificar de como está sendo a transmissão na casa das pessoas e se há alguma reclamação ou algo a melhorar.
  • Deixar a transmissão salva no feed da página: Nem todos estarão livres no momento da live. Dessa forma é importante que a filmagem fique salva na página para que as pessoas possam assistir quando quiserem. Isso também aumenta o engajamento da página e o vídeo continua produzindo mais visualizações.